Circuito Psicomotor

Iniciámos a nossa manhã de terça-feira com um mini circuito psicomotor. A psicomotricidade proporciona a melhoria da saúde física e mental, garante e melhora a performance funcional, e consequentemente, a maior independência, autonomia, e qualidade de vida do idoso. Acrescenta-se ainda que que a prevenção das quedas no idoso, passa obrigatoriamente pela correção de fatores como: equilíbrio, marcha, memória, visão, entre outros.

Envelhecimento ativo. Um novo paradigma.

O aumento da esperança média de vida e a baixa taxa de natalidade são dois dos fatores que mais têm contribuído para um progressivo aumento da proporção da população idosa em Portugal e na Europa. Os últimos Censos realizados em Portugal (2011) mostram-nos que há um número elevado de pessoas idosas, em comparação com
o número de jovens.

O envelhecimento para além de ser um processo demográfico assume vários aspetos biológicos, psicológicos e sociais. Este progressivo aumento da população idosa acarreta desafios que não podem ser descurados. Se as pessoas estão a viver mais anos, é necessário assegurar a estas que vivam a fase da velhice de forma mais ativa e saudável, satisfazendo as suas necessidades de forma a também potencializar as suas capacidades.

Com o propósito de valorizar a última etapa da vida, a Organização Mundial de Saúde definiu o conceito de Envelhecimento Ativo, que é considerado numa perspetiva de curso de vida, dependendo de uma diversidade de determinantes, as quais são de ordem pessoal, comportamental, económica, ambiental, social e de saúde.
O envelhecimento ativo é ainda constituído por três pilares fundamentais: a saúde, a participação social e a segurança. Geralmente associa-se o envelhecimento ativo ao exercício físico e à saúde, sendo raros os estudos em Portugal que se focalizam no papel da participação social como contributo importante para um envelhecimento ativo.

A participação social é fundamental e representa um dos fatores básicos para o exercício da cidadania e também para a procura de uma vida com mais sentido e qualidade. É imprescindível que todos os indivíduos, principalmente os idosos, percebam que as relações sociais e a participação na sociedade são aspetos fundamentais para que estes vivam mais e melhor.

De forma a colocarmos em prática este paradigma, na passada quinta-feira passámos o dia em Penalva de Alva (Oliveira do Hospital), onde tivemos oportunidade de contemplar as margens do Alva, de exercitar o corpo e a mente e de conviver com o povo desta aldeia tão simpática.

 

Dia Internacional do Riso

Está comprovado: Rir é o melhor remédio!

Os nossos seniores revelam que o bom humor é, sem dúvida, contagiante! O riso traz alegria, bom humor, saúde e, além de tudo, aproxima e atrai as pessoas.

Estudos revelam que rir fortalece o sistema imunitário, combate o stress e elimina as rugas.

Portanto, hoje, no dia em que se comemora o riso, deixamos-vos um conselho: RIA! RIA! RIA! Como os nossos seniores dizem: RIR É O MELHOR REMÉDIO! 😀

 

 

Dia Mundial da Fisioterapia

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Fisioterapia! Este dia foi instituído pela Confederação Mundial de Fisioterapia (WCPT), organização representativa de mais de 250,000 de fisioterapeutas em todo o Mundo.

Com o passar dos anos, algumas tarefas que fazem parte da rotina da pessoa, tornam-se mais difíceis de serem executadas. “O papel do fisioterapeuta é o de reinserir o idoso ao convívio social, o que possibilitará, além da sua saúde física, a sua saúde mental, fundamental para uma boa qualidade de vida e para manter a sua independência”. A Fisioterapia para as pessoas idosas tem como objetivos a reabilitação e prevenção de doenças que surgem com o envelhecimento, entre outros fatores externos.

Aos mais idosos, são aplicados exercícios e alongamentos específicos para cada caso, sendo que estes têm como objetivos possibilitar o equilíbrio, a coordenação motora, bem como evitar quedas e possíveis fraturas.

Partilhamos algumas imagens de uma das nossas sessões de fisioterapia, com a nossa fisioterapeuta Joana Cabral.