Sabedoria do Coração

Hoje, dia 27 de Fevereiro, acolhemos a Palavra de Deus no nosso salão, missa celebrada pelo Padre António e com a participação dos nossos seniores.

Hoje falámos sobre a sabedoria no coração, como é gratificante servir o irmão, estar com o irmão, ser solidário, sem julgar. Que esta sabedoria no coração nos permita viver as nossas relações pessoais como um verdadeiro encontro com o “outro”, reconhecendo nele o irmão.

Desejamos a todos resto de uma boa semana! 🙂

Celebração Eucarística

Hoje celebrámos a Eucaristia com o Senhor Padre António, missa preparada pelos nossos queridos seniores e pela equipa.

Este mês de Novembro, celebra-se o dia de São Martinho e realizámos a Procissão de apresentação dos dons, em que as oferendas foram as seguintes: Capa de São Martinho, Castanhas, o Pão e o Vinho.

Os nossos seniores estão de parabéns pelo trabalho, empenho e dedicação.

“Senhor, vem habitar no meu coração.”

Ontem recebemos novamente a visita do Senhor Padre António, missa preparada pelos nossos queridos seniores e pela equipa.

Durante a celebração falámos sobre os frutos do Espírito: caridade, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e temperança.

Mais uma vez, realizámos a Procissão de apresentação dos dons, em que as oferendas foram as seguintes: Crucifixo, Vela, Pedra, Pão e Vinho e Flores. Por fim, rezá-mos uma oração a Virgem Maria, Mãe de Jesus.

Os nossos seniores estão de parabéns pelo trabalho, empenho e dedicação. Foi uma missa fantástica.

Fátima, cidade da Paz

A fé e a devoção a Nossa Senhora de Fátima foi a principal motivação para os nossos seniores se deslocarem a Fátima, na passada terça-feira dia 9 de outubro.

Durante a nossa visita à cidade Santa, assistimos à missa na Basílica da Santíssima Trindade, percorremos o Santuário e dirigimos-nos até à Capelinha das Aparições. Almoçamos num parque junto ao Santuário e no período da tarde visitamos o Museu Interativo “O Milagre de Fátima”.

Através de um percurso virtual e interativo que o Museu disponibiliza, os nossos seniores tiveram oportunidade de visualizar as aparições do Anjo de Portugal e de Nossa Senhora aos três Pastorinhos, o Milagre do Sol e, recordaram ainda, as visitas do Papa João Paulo II a Fátima, a procissão das velas e o Segredo. Foi um percurso inesquecível recheado de experiências, sensações e emoções.

Este passeio possibilitou aos nossos seniores valorizar as suas crenças, conviver, partilhar momentos, histórias e situações vividas no passado, e de visitar e conhecer locais que desconheciam.

 

Hino da caridade; o Amor!

O salão da Sant’Ana – Residência Sénior voltou a transformar-se em capela improvisada para acolher a palavra de Deus. Mais uma vez, a Santa Missa foi celebrada pelo Senhor Padre António.

Torna-se importante a celebração das missas na Residência para que todos os nossos seniores tenham a possibilidade de assistir e participar na Eucaristia, uma vez que nem todos estão capazes de se deslocarem, pelo próprio pé, até à Igreja Matriz. Para além destes aspetos, as atividades religiosas merecem algum destaque, visto que se assume como uma prioridade por grande parte dos nossos clientes.

Hoje os nossos seniores dialogaram e partilharam a mensagem que o Senhor Padre nos trouxe acerca de caridade, fé e esperança. Palavras como caridade, fé e esperança são muito conhecidas por nós católicos mas muitos não sabem o que significam.

Através da Celebração Eucarística de hoje compreendemos que caridade simboliza o amor, assim como é uma forma de amizade com Deus. Sabemos que Deus nos ama, e nós amamos Deus. E se Deus nos ama, significa que também devemos amar o próximo “Amar a Deus, a si e ao próximo”.

A fé é um dom de Deus, presente na nossa alma. O mecanismo da fé é necessário para que sejamos salvos, pois quem crê será salvo.

A Esperança é a virtude que nos ajuda a desejar e a esperar tempos melhores em nossa vida aqui na terra e a ter a certeza de que conquistaremos a vida eterna, que será a nossa felicidade.

Estas virtudes teológicas são mecanismos que já estão internos em nossas almas, e estas são ativadas por meio da graça de Deus, mas todas são ativadas também pelo nosso assentimento, ou seja, pela nossa própria vontade de querer obtê-las. Posto isto, é fundamental que peçamos ao senhor que aumente a nossa fé, esperança e caridade, através das nossas orações, e como diria um sábio santo uma vez: “caminhamos de fé em fé”.

Mais uma vez, os nossos seniores estão de parabéns pelo trabalho, empenho e dedicação.

LEITURA II – Forma longa 1 Cor 12, 31 – 13, 13
«Agora permanecem a fé, a esperança e a caridade;
mas a maior de todas é a caridade»

Envelhecer com qualidade

O aumento da esperança média de vida coloca vários desafios à população mais idosa. Um dos desafios é envelhecer com qualidade. Será isto possível? Como poderá ser alcançado?

Nos últimos anos, o número de pessoas idosas tem vindo a aumentar em todo o mundo. Embora o envelhecimento seja um processo natural, isto não pressupõe que não deva ser vivido da forma mais saudável, feliz e bem-sucedida possível.

O envelhecimento deve ser vivido de uma forma ativa, ou seja, com saúde (que engloba o bem-estar físico, mental e social), em segurança (com proteção e dignidade asseguradas), e de forma participativa (participação em atividades sociais, culturais e espirituais).

Para um envelhecimento bem-sucedido, deve-se:

  1. Praticar atividade física
  2. Atividades mentais
  3. Alimentação saudável
  4. Boa saúde oral
  5. Passear e visitar novos locais
  6. Participar de forma ativa na resolução dos assuntos do quotidiano
  7. Conviver com várias gerações

Quanto aos seniores da Sant’Ana – Residência Sénior, hoje foi dia de atividade física com a nossa fisioterapeuta. Estas atividades podem trazer grandes benefícios à saúde, bem como retardar o declínio funcional. Permite também às pessoas idosas que se sintam mais úteis e que adquiram mais autonomia nas suas atividades da vida diária.

Envelhecer com qualidade: Vamos dar mais vida aos anos e não apenas dias à vida?

O desafio está lançado! 😉

Envelhecimento ativo. Um novo paradigma.

O aumento da esperança média de vida e a baixa taxa de natalidade são dois dos fatores que mais têm contribuído para um progressivo aumento da proporção da população idosa em Portugal e na Europa. Os últimos Censos realizados em Portugal (2011) mostram-nos que há um número elevado de pessoas idosas, em comparação com
o número de jovens.

O envelhecimento para além de ser um processo demográfico assume vários aspetos biológicos, psicológicos e sociais. Este progressivo aumento da população idosa acarreta desafios que não podem ser descurados. Se as pessoas estão a viver mais anos, é necessário assegurar a estas que vivam a fase da velhice de forma mais ativa e saudável, satisfazendo as suas necessidades de forma a também potencializar as suas capacidades.

Com o propósito de valorizar a última etapa da vida, a Organização Mundial de Saúde definiu o conceito de Envelhecimento Ativo, que é considerado numa perspetiva de curso de vida, dependendo de uma diversidade de determinantes, as quais são de ordem pessoal, comportamental, económica, ambiental, social e de saúde.
O envelhecimento ativo é ainda constituído por três pilares fundamentais: a saúde, a participação social e a segurança. Geralmente associa-se o envelhecimento ativo ao exercício físico e à saúde, sendo raros os estudos em Portugal que se focalizam no papel da participação social como contributo importante para um envelhecimento ativo.

A participação social é fundamental e representa um dos fatores básicos para o exercício da cidadania e também para a procura de uma vida com mais sentido e qualidade. É imprescindível que todos os indivíduos, principalmente os idosos, percebam que as relações sociais e a participação na sociedade são aspetos fundamentais para que estes vivam mais e melhor.

De forma a colocarmos em prática este paradigma, na passada quinta-feira passámos o dia em Penalva de Alva (Oliveira do Hospital), onde tivemos oportunidade de contemplar as margens do Alva, de exercitar o corpo e a mente e de conviver com o povo desta aldeia tão simpática.

 

Missa em homenagem ao Dia dos Avós

Na manhã de quinta-feira, dia 26 de julho, a Sant’Ana – Residência Sénior celebrou a missa em homenagem ao Dia dos Avós, na Igreja Matriz de Oliveira do Hospital. O objetivo desta celebração foi lembrar os avós de uma forma especial pela Igreja e também por toda comunidade que, também esteve presente, louvando e abençoando todos os avós.

Sabemos que os avós merecem todo o carinho e amor, sendo que estes momentos tornam-se importantes para celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida não apenas nos livros, mas no convívio com pessoas.

O dia dos avós é comemorado no dia 26 de julho, tendo sido esta data escolhida em razão da comemoração do dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Os vencedores do campeonato desta manhã!

Iniciámos esta manhã de quarta-feira com um campeonato de “ténis” adaptado.

Os vencedores deste jogo foi a equipa composta pelos seniores Arminda Duarte e António Sampaio.

Os nossos parabéns a todos os seniores que se envolveram nesta atividade de forma ativa! 😀

Envelhecer de forma ativa é realmente o caminho certo!

Celebração Eucarística

Hoje a Sant’Ana – Residência Sénior voltou a receber a visita do Senhor Padre António, a fim de celebrar a santa missa. Estas celebrações são fundamentais para que todos os nossos seniores tenham a possibilidade de assistir e participar na Eucaristia, uma vez que nem todos estão capazes de se deslocarem, pelo próprio pé, até à Igreja Matriz.

Encontramos-nos no tempo da Quaresma. A Quaresma é o período de preparação para a Páscoa do Senhor, cuja duração é de 40 dias. Este período iniciou-se na Quarta-Feira de Cinzas e estende-se até ao Domingo de Ramos, uma semana antes da Páscoa. O período é, assim, marcado pela penitência, pela realização constante de jejuns e pela conversão.

Estamos, portanto, a aproximar-nos da semana Santa. A semana Santa começa no domingo de Ramos, dia 25 de março. O Tempo Pascal vai da Missa da Vigília Pascal até o Sábado das Quatro TÊMPORAS de Pentecostes. Divide-se em três partes: Tempo Pascal propriamente dito, Tempo depois da Ascensão e Tempo de Pentecostes.

Nesta celebração pedimos ainda ao Senhor, pela intercessão de São José, pai adotivo de seu filho Jesus, que estenda as Suas Mãos Divinas sobre todos os pais, abençoando-os.

São José, rogai por nós.