Sabedoria do Coração

Hoje, dia 27 de Fevereiro, acolhemos a Palavra de Deus no nosso salão, missa celebrada pelo Padre António e com a participação dos nossos seniores.

Hoje falámos sobre a sabedoria no coração, como é gratificante servir o irmão, estar com o irmão, ser solidário, sem julgar. Que esta sabedoria no coração nos permita viver as nossas relações pessoais como um verdadeiro encontro com o “outro”, reconhecendo nele o irmão.

Desejamos a todos resto de uma boa semana! 🙂

Celebração Eucarística

Ontem, dia 19 de Dezembro voltámos a receber a visita do Senhor Padre António, que celebrou a missa de Natal. Sempre com uma participação ativa dos nossos seniores que sempre nos surpreendem! 🙂

No final da Celebração, o Senhor Padre desejou a todos um Feliz Natal e para terminar os nossos seniores tiveram a oportunidade de Beijar o Menino Jesus, acompanhado pelo cântico “Alegrem-se o Céu e a Terra”.

Desejamos a todos um Santo e Feliz Natal, cheio de corações felizes, alegres e em paz!

 

“Há mais felicidade em dar do que em receber”

Hoje o salão da Sant’Ana – Residência Sénior voltou a transformar-se em capela improvisada para acolher a palavra de Deus. A Santa Missa foi novamente celebrada pelo Senhor Padre António.

A Eucaristia hoje celebrada foi muito especial. Os nossos seniores tiveram oportunidade de dialogar e de partilhar os seus conhecimentos e pensamentos acerca da mensagem que o Senhor Padre nos trouxe: “Somos mais felizes em dar do que em receber”.

Todos nós gostamos de receber amor, um presente, um carinho, ainda mais se for das pessoas de quem gostamos. Quando isso acontece sentimos-nos amados, felizes e valorizados. Como qualquer ser humano, esperamos sempre algo em troca e por vezes exigimos um retorno de algumas das nossas atitudes.

No entanto, Deus diz-nos que existe mais felicidade em dar do que em receber. Dar amor, dar carinho, dar atenção, ser paciente, prestar cuidados, dizer bom dia, dar um sorriso e, tudo isto, sem esperar nada em troca, tudo isto de forma gratuita. Devemos fazer o bem, sem esperar que nos retribuem, simplesmente pela alegria de fazê-lo.